Logo do S2Station
Background Padrão do Topo

Aït-Ben Haddou em Ouarzazate, local de filmagens de Game of Thrones

Escrito por -

Uma visão do casbá de Aït-Ben Haddou à distância. Um fenômeno!
Uma visita ao fantástico casbá de Aït-Ben Haddou, na província de Ouarzazate, onde foram filmadas cenas de Game of Thrones e de inúmeros filmes.

Sobre o lugar

Uma cidade para cinéfilos e apreciadores de cidades milenares

Para quem é fã de Game of Thrones, um lugar que não pode ser deixado de visitar no Marrocos é o Aït-Ben Haddou, um casbá (ou kasbah), ou seja, uma cidadela árabe murada, que fica na província de Ouarzazate. Isso porque foi lá que Daenerys Targaryen – Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Quebradora de Correntes, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de Seu Nome – libertou escravos na batalha de Yunkai. 

Para quem curte o seriado, é um negócio mega emocionante. Se você gosta de filmes em geral, sobretudo se você se considerar um cinéfilo, também deverá adorar esse lugar, pois várias outras filmagens foram feitas lá também. Uma sensação de dejà vu a cada esquina. Por fim, se não der a mínima por filmes, mesmo assim deverá adorar o lugar, desde que se interesse por cidades muradas com mais de 1300 anos de idade e com muita história para contar, pois é precisamente isso que é o Kasbah Aït-Ben Haddou! Vale ressaltar que é um patrimônio mundial da UNESCO.

Paisagem desértica no topo do Aït-Ben Haddou.
A paisagem desértica impressiona.
Eu mesmo tive arrepios múltiplos o tempo todo! Para mim, foi a melhor coisa que vimos no Marrocos, e uma das melhores localizações que conheci no mundo. Por isso estou fazendo um post dedicado somente a ele!

Agora, se você não gosta de nada disso.. Sério, o que você está pensando em fazer no Marrocos? Oxe!

Para a visita, recomendamos o inverno, que foi a época em que visitamos, pois dizem que o calor sufocante durante outras épocas por lá é de matar!

Visitado em Dezembro de 2017.

Filmes gravados no local

Uma foto dos filmes filmados em Ait-Ben Haddou, em sua porta de entrada.
Fotos dos filmes filmados naquele lugar.
Na entrada, há um papel com a lista de filmes gravados lá. Os nomes estavam em francês. Procurei no imdb cada um deles e transcrevi aqui. Alguns filmes eu não achei em lugar nenhum, infelizmente ficaram sem referência, inclusive acho que estavam escritos errado. Mas essa é a extensa lista de filmes ou séries que passaram em pelo menos alguma cena por este fantástico lugar!
  • Areias do Inferno (1954) (imdb)
  • Lawrence da Arábia (1962) (imdb)
  • Sodoma e Gomorra (1962) (imdb)
  • 100.000 Dólares ao Sol (1964) (imdb)
  • Ali Baba e os Quarenta Ladrões (1972) (imdb)
  • Jesus de Nazaré (1977) (imdb)
  • Le Vol du Sphinx (1984) (imdb)
  • A Jóia do Nilo (1985) (imdb)
  • Chahrazad (1987)
  • O Céu que nos Protege (1990) (imdb)
  • A Vida de Abraão (1993) (imdb)
  • Indiana Jones e a Última Cruzada (imdb)
  • Sansão e Dalila (1996) (imdb)
  • Les Jardins des Dunes (1997)
  • O Legionário (1998) (imdb)
  • Josephe (1998) (imdb)
  • Ambassy of Dream (1999)
  • Cleópatra (1999) (imdb)
  • A Múmia (1999) (imdb)
  • Les Derniers Cavaliers (2000)
  • No Começo (2000) (imdb)
  • Gladiador (2000) (imdb)
  • Honra & Coragem - As Quatro Plumas (2002) (imdb)
  • Ancient Egyptans (2003) (imdb)
  • Babel (2005) (imdb)
  • Cruzada (2005) (imdb)
  • Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (2010) (imdb)
  • Game of Thrones (2011) (imdb)
  • A Bíblia (2013) (imdb)
E aí, quantos desses filmes você conhece? É filme pra caramba, não é mesmo? Partiu maratona de obras filmadas em Aït-Ben Haddou? Hahaha!

Chegando em Aït-Ben Haddou

Tradicional foto por meio de um buraco lá no topo de Aït-Ben Haddou.
Tradicional foto por meio de um buraco!
Para chegar em Aït-Ben Haddou, que fica na cidade de Ouarzazate, você tem opções:
  1. Por meio do tour até o Deserto de Zagora: normalmente, os tours até o deserto de Zagora incluem uma visita a Ouarzazate, e, daí, você tem a opção de visitar também Ait-Ben Haddou ou então um estúdio de filmagens.
  2. Vôo para Ouarzazate: existem vôos para Ouarzazate operados pela Royal Air Moroc partindo de Casablanca. A duração do vôo é de 1h10min.
  3. Ônibus para Ouarzazate: também existem ônibus operados pela Moroccan Railways partindo do Gare Routiere de Marrakech para Ouarzazate. São duas vezes por dia. A duração da viagem é de 4h30min. Que preguiça.
  4. Pegue um carro e vá: as estradas pela cordilheira do Atlas não são lá muito tranquilas, mas, se tiver acostumado a dirigir em uma região montanhosa, é uma opção.
Nós visitamos Ouarzazate no nosso tour de 2 dias até o Deserto de Zagora, que basicamente consistiu em ficar em uma van por horas e horas até a bunda doer bastante, e eventualmente sair para visitar alguma coisa. Na volta, o nosso motorista passou por lá. A vantagem é que você mata dois coelhos com uma cajadada só... a desvantagem é que você passa pouco tempo lá, inclusive o passeio tem paradas chatas como ficar meia hora ouvindo um cara tentando vender tapetes. Só tenho uma coisa a falar sobre isso.

Pessoalmente, gostaria de ficar pelo menos um dia inteiro em Ouarzazate, dada a quantidade de coisas que se tem para fazer na cidade. Nesse caso, ir de carro não é uma má ideia!

Algo interessante é que, da estrada, por mais que o casbá seja enorme, a gente não tinha a mínima ideia de que o Aït-Ben Haddou estava ali no nosso lado, tanto que nossos dois amigos que viajaram conosco nem queriam descer para ver o que tinha. Iriam perder o melhor da nossa viagem! Nosso guia foi nos levando até o local, e, quando vimos que eram os locais de gravação de Game of Thrones vibramos MUITO!!

Visitando o local

A Entrada

A entrada já é um negócio ultra-mega-épico. Você desce e atravessa o rio Ounila passando por pedrinhas, e tudo isso enquanto admira a paisagem desértica ao redor e o casbá em sua grandiosidade.

O engraçado é que nosso guia andava rápido com o resto da galera, enquanto a gente sempre ficava pra trás porque, óbvio, estávamos tirando um milhão de fotos. Gente, era um lugar massa demais, não tinha como não tirar um monte de fotos, e olha que esquecemos de tirar de alguns ângulos chave. Ficávamos sempre de olho pra saber para onde o resto do grupo tinha ido. Só que, logo na entrada, a gente se perdeu deles, e ficamos desesperados tentando achar a entrada (que não é  a do portão principal, interditada). Entramos por tudo quanto é biboca até que achamos o grupo, foi meio desesperador (risos).

As ruelas da cidadela

Uma ruela de Ait-Ben Haddou.
As ruelas são, no mínimo, impressonantes!
Assim que você entra, você vai subindo pelas ruelas bem estreitas da cidade, todas em tonalidade alaranjada, típicas do deserto. São várias as passagens possíveis, algumas subterrâneas e, inclusive, pagas. Também há inúmeras lojas vendendo souvenires e roupas, mas nada que seja muito diferente do que é vendido nos souks de Marrakech. Os inúmeros mirantes também fornecem visões fenomenais do resto da cidade, das áreas desérticas e da cordilheira dos Atlas, que estavam nevadas quando as visitamos, já que estávamos no inverno.

É fácil notar que várias pessoas ainda moram ali. O que me deixou intrigado foi... caramba, subir e descer todos os dias esse lugar não deve ser fácil! Algumas casas possuem mirante incríveis, e eles, que não são bobos e nem nada, cobram (pouco, mas cobram) para tirar aquela fotinha bacana!

O topo

Pulando no topo do casbá Ait-Ben Haddou.
Lá de cima é massa até demais!
Você vai subindo, subindo, subindo até chegar ao topo de Aït-Ben Haddou. Acredite em mim, talvez você fique um pouco cansado, mas jamais desanime: a vista lá de cima é tipo... só incrível. Vou pro clichê mesmo, galera - não tenho palavras pra descrever. Aliás, tenho sim. É uma visão panorâmica, de onde se vê deserto, montanhas e vilarejos. Lindo demais. Só recomendo tomar cuidado com os degraus, eles costumam ser um pouco traiçoeiros!

Almoço no L'Oasis D'or

A saída do casbá é por outro lado, por onde se passa por uma ponte, ou seja, mais visões espetaculares! Almoçamos no restaurante L'Oasis D'or, que é um dos maiores por ali. Experimentamos um Cuscus Marroquino com frango.

Vídeo Musical da Viagem



Não deixe de ver o nosso vídeo musical da viagem ao Marrocos acima! Ele tem muita animação, muitas dancinhas ao estilo de "O Clone" em vários locais, imperdível! Tudo isso em apenas 4 minutos. Pode ver que vai gostar!

Posts relacionados

Visite também nossos outros posts sobre Marrocos:

Logo da S2Station